…e seu nome será Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. (Isaías 9:6)

Anônimo. Invisível. Oculto. Ninguém conhece. Ninguém vê. Ninguém se importa. Desde que haja bastante comida, muita alegria, muitas luzes e uma abundância de presentes, todos ficam satisfeitos. Jesus? Quem é?

Eu me pergunto, de vez em quando, se isso não é verdade para os crentes também. Todos muito absortos pela correria das festas, dos preparativos para a ceia, da decoração, da procura por presentes com bons descontos, da maratona de embrulhar esses presentes, de escrever toneladas de cartões. Ocupados demais para pensarem em Jesus.

Confesso que isso já aconteceu comigo também. Recentemente, percebi que havia uma faceta em particular de nosso Senhor Jesus à qual eu não prestava muita atenção – especialmente no Natal. Trata-se do título dado a Jesus em Isaías 9:6, “Pai da Eternidade”. Pai da Eternidade? Mas Jesus não é o Filho?

A solução para essa dúvida é o fato de que esses títulos não focam primariamente na deidade do Menino nascido, e sim, na função dele. “Maravilhoso Conselheiro” indica o plano soberano de Jesus – ele é o Planejador. “Deus Forte” representa o Deus que luta como um soldado: Jesus lutou por nossa redenção – ele é o Guerreiro. “Príncipe da Paz” mostra Jesus como aquele cujo reino traz paz – ele é o Rei. E já que todos esses são títulos funcionais, “Pai da Eternidade” também o é. Jesus é o Paternal.

Isso significa, como Paulo declarou, que nada – absolutamente nada – pode nos separar do amor de Cristo (Romanos 8:35-39). O Menino que nasceu é o Pai da Eternidade, nosso Salvador, que nos ama e se entregou por nós. A paternidade de todos os outros homens é corrompida, mas a de Jesus é sacrificial. Qualquer outra paternidade é inadequada. Não a de Jesus. Qualquer outra paternidade é temporária; a de Jesus é eterna. O Filho tem por nós um amor paternal e eterno. O amor de Jesus por nós nunca terá fim. Jamais!

Por Dr. Abraham Kuruvilla, Professor associado de Ministérios Pastorais

Tradução de Eduardo Tavares
Original em DTS 

Anúncios